Gianni Infantino, presidente da Fifa
Reprodução / Instagram
Gianni Infantino, presidente da Fifa

A FIFA anunciou suas primeiras sanções à Rússia por causa dos ataques que o país vem realizando à Ucrânia. A entidade anunciou neste domingo que nenhuma partida internacional será disputada na Rússia — no caso de algum clube ou a seleção ser mandante, a partida será em território neutro e sem torcedores. Também estão vetados o hino e a bandeira da Rússia nas partidas, e a equipe que representa o país não poderá jogar com o nome de Rússia, mas sim Federação Russa. As sanções valem por tempo indeterminado.

Veja abaixo galeria de fotos de Gianni Infantino, presidente da Fifa:


A Entidade não descarta expulsar a Rússia de suas competições esportivas caso a situação não melhore. "A Mesa do Conselho da FIFA permanece de prontidão para tomar qualquer uma dessas decisões", informou.

O comunicado também diz que o Conselho da FIFA, em conjunto com a UEFA e outras Confederações, decidiu pelas sanções por unanimidade. A FIFA explicou que essas medidas seguem as recomendações do Comitê Olímpico Internacional.

Leia Também

A Fifa também informou que está em contato com a Federação Ucraniana de Futebol e com membros da comunidade ucraniana de futebol que estão pedindo apoio para deixar o país. A entidade também frisou que “gostaria de reiterar sua condenação ao uso da força pela Rússia na invasão da Ucrânia”.

Também neste domingo, a República Tcheca se juntou à Polônia e Suécia, e informou que se nega a jogar partidas da repescagem Europeia das Eliminatórias da Copa com a Rússia. No dia 24 de março, a Polônia jogaria com a Rússia, considerada favorita. No mesmo dia, a Suécia enfrentaria a República Tcheca. Os vencedores se enfrentariam no dia 29.

Sobre este ponto, a FIFA disse que já conversou com as Federações dos três países e "permanecerá em contato próximo para buscar soluções adequadas e aceitáveis em conjunto".

Entretanto, o presidente da Federação Polonesa de Futebol, discordou da posição da FIFA. E reiterou em sua conta no Twitter que a seleção polonesa não irá jogar contra a Rússia.

— A decisão da FIFA de hoje é inaceitável para nós. Na situação da guerra na Ucrânia, não estamos interessados no jogo das aparências. Nossa posição continua a mesma: a seleção polonesa NÃO JOGARÁ contra a Rússia no play-off, independentemente do nome da seleção russa — postou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários