Presidente do Steaua Bucareste gerou polêmica com decisão anti-vacina
Reprodução/Instagram
Presidente do Steaua Bucareste gerou polêmica com decisão anti-vacina

O presidente do Steaua de Bucareste, da Romênia, George Becali, proibiu os jogadores vacinados contra a Covid-19 de jogarem no clube. A informação foi divulgada pelo jornal inglês ‘Daily Mail’. 

(Veja na galeria abaixo fotos do tradicional time europeu)


Segundo o mandatário, a vacina enfraquece os jogadores, afetando o desempenho dentro de campo, alegando ser algo científico, mesmo sem ter comprovação da afirmação. 

Leia Também

"Vão rir de mim, mas se calhar até estou certo. As pessoas vacinadas perdem as forças. É algo científico. Não têm visto o caso do Rapid [Viena]? Os jogadores parece que estão a desmaiar, a dormir no chão. Todas as pessoas vacinadas perdem as forças! Também vejo isso na minha família e amigos, nos vacinados. Há alguns que não afeta, mas tem efeitos principalmente nos mais velhos", afirmou George Becali.

Entretanto, o governo da Romênia reagiu aos comentários de Becali, negando veemente as declarações.

"Os jogadores vacinados não perdem as forças após serem vacinados contra a Covid-19. De um ponto de vista médico e científico, não há estudos que suportem essa afirmação. A vacinação contra a covid-19 não afeta o desempenho dos jogadores”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários