Haaland
Reprodução/Instagram
Haaland

Em longa entrevista à emissora "Sky Sport", o atacante Erling Haaland, do Borussia Dortmund, abriu o jogo sobre questões de futebol e vida pessoal. O norueguês revelou suas inspirações, confirmou que assiste muito futebol nas horas vagas, mas contou também sobre a vontade de viver num ritmo mais tranquilo após o futebol — que poderia até ser numa fazenda.

Veja abaixo galeria de fotos de Haaland:


Criado em Bryne, uma cidade rural da Noruega, o atacante está acostumado a uma vida tranquila. Perguntado sobre o que seria um dia ideal fora do futebol, deu resposta simples.

— Acordar sem alarme. Se o tempo estiver bom, tomo meu café e fico no sol o dia todo, relaxando sem fazer muita coisa. Viver a vida como ele acontece. Estar com pessoas legais, ter boas conversas.

Haaland revelou que assiste muitos jogos do atacante Jamie Vardy, atacante do Leicester City. O norueguês diz que aprendeu muito observando-o, assim como o holandês Robin van Persie, que era canhoto como ele. O atacante aproveita quando joga sábado para passar o domingo assistindo futebol, mas afirma tomar cuidado para não exagerar.

— Eu faço muitas coisas pra me desligar do futebol e não ter um burnout. Relaxo a mente completamente. Não é fácil ser um jogador, há muita pressão, muitos pensamentos na cabeça e o mindset tem que estar sempre correto. É muita coisa. Quando você pode, tem que relaxar — explicou, ressaltando que a vida no campo é uma das formas que encontra pra descansar.

Leia Também

— Quando é possível, tento relaxar. Uma forma é estar na fazenda, dirigindo um trator, alimentando as vacas ou algo assim. Não tenho vacas ou porcos, mas com certeza terei no futuro. Acho que comprarei uma pequena fazenda depois de me aposentar. Não sei onde, mas com certeza terei alguns animais. Estamos pensando em conseguir umas cabras, vamos ver.

Grupo de rap
O jogador também falou mais sobre o grupo amador de rap que tinha com amigos das categorias de base do futebol norueguês. O "Flow Kingz" era formado por Haaland e outros dois jovens que hoje são jogadores profissionais: Erik Botheim, atacante do Krasnodar (Rússia) e Erik Tobias Sandberg, zagueiro do Jerv (Noruega).

— Éramos grandes amigos do time sub-16 ou sub-17. A gente treinava mas não tinha muita coisa para fazer depois. Tentamos muitas coisas aleatórias e pensamos "e se a gente fizer um clipe?". Erik Tobias era muito bom rimando. Botheim disse que era bom fazendo rap, então virou o cara do rapping. E eu era o cara que cantava o verso principal. No fim, saiu uma música legal e tem muitas visualizações.

O vídeo da canção, "Kygo jo", está no Youtube e tem 8,6 milhões de visualizações. Nos comentários, fãs de Haaland se divertem com a performance desajeitada dos jogadores. Assista:


O repórter entrou na brincadeira e perguntou se o grupo pode se reunir novamente algum dia. Haaland deixou a possibilidade aberta.

— Não sei, talvez. Quem sabe a gente tente alguma outra vez. Falávamos muito sobre querer estar nas listas de hits da Noruega e cantar em shows, vamos ver — brincou o atacante.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários