Jubal foi revelado pelo Santos
Divulgação/SantosFC
Jubal foi revelado pelo Santos

A final da Copinha acontece na próxima terça-feira (25). Campeão em 2013 pelo Santos, Jubal não teve grandes oportunidades na equipe profissional do Peixe logo depois do título. Após deixar a Vila Belmiro e atuar por clubes de Portugal, como Arouca, Boavista e os “Vitórias” de Guimarães e Setúbal, o defensor chegou ao Auxerre em 2020.


No clube francês, aos 28 anos, o defensor vive a melhor temporada da carreira e é peça fundamental na equipe que ocupa a quinta posição da segunda divisão da França. Na atual temporada, Jubal atuou em 19 dos 20 jogos do clube. Assim, jogou os 90 minutos das partidas que entrou em campo, totalizando 1710 minutos jogados e contribuindo com dois gols marcados, diante de Nancy e Caen.

“Tive uma evolução muito grande na França. Pude conquistar meu espaço no elenco e meu crescimento é visível. Acredito que minha experiência em Portugal contribuiu muito para minha ascensão na carreira. Agora é buscar recolocar o Auxerre na elite da França”, disse o zagueiro.

Já em 2020/21, o defensor jogou 34 partidas. No total, foram 3060 minutos em campo. Tendo em vista que ainda restam 18 partidas para o Auxerre encerrar sua campanha na Segunda Divisão Francesa, Jubal pode terminar a competição com 3330 minutos jogados.

Leia Também

“Estou com 28 anos e posso dizer que estou na minha melhor forma física. Atuar os 90 minutos em todas as partidas que disputou na temporada é para poucos atletas. Vou seguir trabalhando para conseguir bater minha minutagem em campo da última temporada e mostrar o meu valor”, afirmou o defensor, que tem contrato com o Auxerre até junho de 2022.

Sobre a lembrança da Copinha, Jubal foi peça importante na campanha do título do Santos, ao bater o Goiás por 3 a 1 na decisão no Pacaembu e quebrar um jejum de 29 anos sem a conquista da competição pela equipe da Vila Belmiro.

O defensor de 28 anos foi titular durante toda a competição e inclusive, fez o primeiro gol do time na vitória por 3 a 0 frente ao Remo, na estreia do torneio. Naquela edição, o zagueiro levantou a taça da Copa São Paulo ao lado de nomes como, Gustavo Henrique (hoje no Flamengo), Emerson Palmieri (Lyon), Alison Lopes (Al-Hazm), Pedro Castro (Cruzeiro) e Neilton.

“É uma conquista que eu guardo com muito carinho. Todo atleta, que está iniciando sua carreira, sonha em disputar e conquistar uma Copa São Paulo. De 128 equipes que entram no torneio, a que você atua ser campeã, é algo muito grande para garotos com cerca de 20 anos. Aquilo deu uma força muito grande para mim e para aquela geração. Estou acompanhando a competição e o Santos está muito bem. Estou aqui na torcida”, afirmou Jubal.

Revelado pelo Vila Nova (GO), Jubal chegou ao Santos em 2011. Após a conquista da Copa São Paulo, atuou em 22 partidas pelo profissional do Peixe. Em 2015, chegou ao Arouca, de Portugal. Ainda no país luso, passou por Vitória de Guimarães, em 2017, Boavista, em 2018, e Vitória de Setúbal, em 2019, até chegar ao Auxerre, em 2020.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários