Mendy
Instagram
Mendy

Acusado de estupro e agressão sexual, o lateral-esquerdo Benjamin Mendy (veja galeria de fotos abaixo) , que defende as cores do Manchester City, foi liberado sob fiança nesta sexta-feira (07). A informação sobre a liberdade do atleta, que estava preso na Inglaterra, foi divulgada pelo jornal L'Équipe, da França.

O jogador passou o Natal em uma das prisões mais severas e sinistras do Reino Unido. Suspenso pelo Manchester City em agosto passado, ele foi transferido no dia 23 de dezembro da HM Prison Altcourse Categoria B em Liverpool para a prisão de segurança máxima Strangeways, localizada ao norte de Manchester.

Inaugurada em 1868, ela abriga presos cuja fuga é considerada perigosa. A mudança ocorreu um dia depois que uma sétima acusação de estupro foi movida contra o jogador francês e o tablóide britânico revelou que seu co-réu, Louis Saha Matturie, também foi transferido para o local. A medida acontece porque o caso tem grande repercussão na mídia e envolve um rosto tão popular que a Justiça teme que a segurança de Mendy seja ameaçada.

"Tanto Mendy quanto Matturie foram transferidos porque o caso é muito divulgado. Isso pode levar a problemas de segurança e manuseio de prisioneiros. Considerou-se que as condições de uma prisão de Categoria A poderiam ser mais bem equipadas para lidar com quaisquer problemas potenciais", afirmou uma fonte ao tablóide.

No local, a maioria dos presos fica preso por 22 horas por dia. Mesmo assim, as autoridades acreditam que o jogador não conseguirá descansar. "Strangeways é uma das prisões mais difíceis do país. E ele terá problemas diante do número de fãs do Manchester United que estão por lá. Eles vão gritar o seu nome por semanas para que ele não durma muito, especialmente porque é acusado de crimes sexuais. Há muitos fãs do City também, mas, mesmo os mais ávidos, terão dificuldade em defender um suspeito de crimes sexuais", apontou a fonte.

Leia Também

A prisão onde Mendy está já contou com o serial killer Harold Shipman, médico e assassino em série britânico, suspeito da morte de 250 pacientes entre a década de 70 e o final da década de 90. 

O local também já recebeu o jogador Joey Barton, que se notabilizou no futebol atacando Neymar. Polêmico e violento, ele adorava provocar o brasileiro, a quem considerava o “Justin Bieber” do futebol e "superestimado". “Neymar é o Justin Bieber do futebol. Brilhante no bom e velho YouTube, mas fraco na vida real”. Após as boas atuações do brasileiro no futebol europeu, porém, Barton voltou atrás.

Thiago Silva também foi um dos seus alvos, sendo chamado de “travesti com sobrepeso” pelo ex-jogador.

Barton foi condenado a seis meses e ficou 74 dias presos no local por bater em um adolescente em um ataque por embriaguez no centro de Liverpool. Aos 38 anos, hoje ele é treinador do Bristol Rovers, clube da Terceira Divisão do Campeonato Inglês.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários