Jadson e Moisés, ex-Palmeiras, conquistaram nesse domingo (26) a Superliga da China
Reprodução/Instagram
Jadson e Moisés, ex-Palmeiras, conquistaram nesse domingo (26) a Superliga da China

O zagueiro do Shandong Taishan, Jadson Cristiano (veja fotos na galeria abaixo), conquistou nesse domingo (26) a Superliga da China, com três rodadas de antecedência, após vitória por 2 a 0 sobre o Hebei. O título ficou marcado por ser o primeiro do defensor na Ásia. A conquista também registra mais uma nova vitória na história de transformação pessoal do jogador de 30 anos, que há pouco menos de sete anos, trabalhava como servente de pedreiro no Rio de Janeiro (RJ) e que já havia decidido abandonar o futebol de várzea carioca para ter mais tempo com a filha recém-nascida.


 “Um título que agrega demais em meu currículo. Há cerca de sete anos, eu estava jogando na várzea, sem grandes projeções de carreira. Já havia até decidido parar de jogar futebol, porque eu só tinha os finais de semana para jogar e minha mulher pedia mais tempo meu em casa e com nossa filha recém-nascida. Conquistar hoje, uma competição deste tamanho, pelo principal time chinês, é a realização de um sonho inimaginável. Vejo que o caminho percorrido valeu a pena”, disse o zagueiro.

Natural de Natal (RN), Jadson deixou a cidade em busca de maiores oportunidades na carreira como jogador. Assim, se mudou ao Rio de Janeiro (RJ) em 2011, aos 20 anos de idade. Na capital carioca, o potiguar trabalhava como ajudante de pedreiro e, aos finais de semana, atuava na várzea.

As grandes atuações na categoria amadora o levaram ao Futebol 7, para defender o Boavista. Após o destaque na modalidade, o zagueiro chamou atenção do América (RJ) e se profissionalizou em 2014, com 23 anos. A partir daí, a carreira alavancou. No ano seguinte, foi destaque do Bonsucesso na disputa da primeira divisão do Campeonato Carioca e logo, recebeu uma proposta para atuar pelo Portimonense, de Portugal, onde jogou entre 2015 e 2020 e faturou a Segunda Liga Portuguesa na temporada 2016/17.

Leia Também

Leia Também

O zagueiro também defendeu o Vasco, em 2020, e o Wuhan Three Towns, da segunda divisão da China, em 2021, antes de chegar ao Shandong Taishan. O título evidencia a grande fase que a equipe de Jadson passa na China. A invencibilidade na Superliga dura desde julho. No total, são 10 vitórias consecutivas na competição.

 O zagueiro potiguar tem papel fundamental nesta conquista. O defensor marcou dois gols nos últimos três jogos, nos triunfos diante de Shanghai Port e Changchun Yatai. Até o momento, o Shandong Taishan possui 48 pontos, 10 à frente do segundo colocado Guangzhou FC.

“Me lembro de quando recebi a proposta do Portimonense, eu olhei para minha esposa e já me dizia realizado, porque conseguiríamos construir a nossa casa no Rio de Janeiro que levaria quase 80 anos para pagar o financiamento dela, de acordo com meu salário como ajudante de pedreiro. Com o sucesso no futebol, conseguimos conquistar nossos sonhos muito antes. Tudo o que vem acontecendo em minha carreira, apenas agradeço e sigo com o mesmo empenho e alegria do cara que jogava aos fins de semana na várzea”.

Já campeã, a equipe de Jadson volta a campo nesta quarta-feira (29), diante do Beijing Guoan. A rodada final do playoff da Superliga está prevista para o dia 04 de janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários