Neymar
Instagram
Neymar

O PSG conta com 33 jogadores em seu elenco, o que tem impedido Pochettino de trabalhar confortavelmente. Segundo o L'Équipe, tanto Leonardo quanto Al Khelaïfi querem diminuir o plantel no próximo mercado, com o objetivo de diminuir a folha salarial.

Diante desse fato, alguns jogadores já são apontados como dispensáveis, sendo o principal deles Mauro Icardi, que tem uma relação próxima com Neymar e Messi.

Desde que chegou ao PSG, em 2020, o atacante não conseguiu se estabelecer. Fora os seus já conhecidos problemas extracampo, há também uma aparente falta de motivação, já que é o quinto atacante da equipe (atrás de Neymar, Mbappé, Messi e Di María).

Além disso, Pochettino quase não lhe tem dado oportunidades. O problema é que Leonardo quer uma quantia próxima de 50 milhões pelo ex-jogador da Inter, valor que parece impossível tendo em vista o péssimo desempenho que o atacante tem mostrado ao longo da última temporada.

Leia Também

Outro dos que tem muitos votos para sair é Abdou Diallo. Apesar de ter sido titular de Pochettino como lateral-esquerdo no início da temporada, a alta competição na defesa, aliada à chegada de Nuno Mendes e à recuperação de Bernat, praticamente o separaram dos onze titulares. A isso se deve somar suas lesões contínuas, que o levaram a figurar na lista de transferência.

Outro que deve sair é Kurzawa, que renovou durante a pandemia até 2024. Colin Dagba, lateral-direito do PSG que sucumbiu ao potencial de Achraf, também pode entrar em cena, assim como o jovem Éric Junior Dina-Ebimbe, meio-campista que é um dos poucos jogadores jovens a quem Pochettino deu minutos nesta temporada.

Rafinha, ausente desde outubro, e Sergio Rico, terceiro goleiro do time que não tem minutos diante da acirrada competição entre Keylor Navas e Donnarumma, também devem partir em janeiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários