Maradona
Divulgação
Maradona

As polêmicas acerca da morte de Diego Armando Maradona (veja galeria de fotos abaixo) seguem em alta e com novos capítulos. Recentemente, o jornalista e médico Nelson Castro trouxe novas revelações do caso em seu livro chamado 'A saúde de Diego: a verdadeira história'.

Em sua versão dos fatos, Nelson afirmou que o ex-jogador foi sepultado sem coração, já que alguns membros de uma torcida organizada do Gimnasia La Plata tentaram furtar o órgão de Maradona.

"Tinha um grupo de valentes do Gimnasia que pretendia arrombar e arrancar o coração. Isso não deu certo, foi um ato de enorme ousadia. Detectou-se que isso ia acontecer então o seu coração também foi extraído para estudá-lo, isso foi muito importante na determinação da causa da morte de Maradona. Obviamente, a informação é que ele está enterrado sem coração", revelou ao 'Almoço com Mirtha Legrand'.

Outro ponto que impressiona na história é em relação ao peso do coração de Maradona, algo que chocou os médicos.

"O coração de Maradona pesava meio quilo, era um coração muito grande. Ele costuma pesar 300 gramas, embora tivesse coração de atleta. Mas ele era grande por causa de outra coisa, não só por ser atleta, mas por causa da insuficiência cardíaca que ele teve", disse o médico.

Maradona morreu em Buenos Aires, capital da Argentina, no dia 25 de novembro de 2020, aos 60 anos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários