Dimitri Payet foi agredido no clássico contra o Lyon
Reprodução/Twitter
Dimitri Payet foi agredido no clássico contra o Lyon

Na tarde do último domingo (21), o clássico entre Lyon e Olympique de Marselha durou apenas 4 minutos. Isso porque, no momento em que Dimitri Payet (veja galeria de fotos abaixo)  foi cobrar um escanteio, o camisa 10 do Marselha foi atingido por uma garrafa arremessada por um torcedor do Lyon.


Por meio de nota, o Lyon repudiou os incidentes ocorridos, pediu desculpas ao jogador e desejou uma boa recuperação. Além disso, o clube ainda quer que o torcedor responsável pela agressão seja banido permanentemente dos estádios.

Confira nota completa:


Leia Também

"O Olympique Lyon e seu presidente, Jean-Michel Aulas, condenam veementemente todas as formas de violência nos estádios. Como tal, condenam o incidente aos quatro minutos do jogo OL/OM, em que um indivíduo isolado atirou uma garrafa ao jogador do Olympique de Marseille, Dimitri Payet. A instituição pede desculpas e deseja a recuperação ao capitão do Marselha", apontou.

O clube também falou das providências tomadas. "O indivíduo, o autor do crime, foi imediatamente identificado graças às inúmeras câmeras do Estádio Groupama. Ele foi retirado pelos comissários, entregue à polícia e colocado sob custódia policial", apontou

O presidente aproveitou para também lamentar a demora na tomada de decisão sobre o recomeço ou não do jogo. Após a agressão, a equipe visitante se retirou de campo e se recusou a jogar. Em certo momento o sistema de som do estádio até chegou a anunciar que a partida retornaria, porém, somente o Lyon voltou a campo para refazer o aquecimento. Enquanto isso o Olympique seguiu nos vestiário.

Passados alguns minutos a equipe dos brasileiros Lucas Paquetá e Bruno Guimarães retornou ao vestiário, quase duas horas após o apito inicial foi decidido que a partida seria suspensa.

Leia Também


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários