Bolsonaro e Tite
Reprodução/Twitter
Bolsonaro e Tite

O técnico Tite não irá encontrar com o presidente Jair Bolsonaro no ano que vem, caso a seleção brasileira seja campeã da Copa do Mundo do Catar.

De acordo com informações do portal "globoesporte.com", o treinador tomou a decisão de não acompanhar a delegação do Brasil em caso de conquista.

Segundo as informações do portal, o técnico também não irá visitar o presidente antes do embarque para o Catar. Tite teria receio de que Bolsonaro faça uso político da seleção brasileira. A Copa irá se encerrar no dia 18 de dezembro, ou seja, depois das eleições presidenciais. O primeiro turno da corrida eleitoral está marcado para o dia 2 de outubro. Já o segundo turno, se necessário, ocorre no dia 30.

O Brasil é pentacampeão mundial. Conquistou os títulos nos anos 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Em todas as conquistas, o time canarinho sempre visitou o presidente da República em exercício. A lista de presidentes tem os seguintes nomes: Juscelino Kubitschek, João Goulart, Emílio Médici, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardoso.

Vale lembrar que, em 2012, após o título mundial do Corinthians, o técnico Tite visitou o ex-presidente Lula.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários