Robben
Divulgação
Robben

Arjen Robben, campeão da Champions League 2012-2013, anunciou sua aposentadoria do futebol em julho passado, pela segunda vez em sua carreira.

Em um primeiro momento, ele pendurou as chuteiras em 2019, após sua despedida do Bayern, mas apenas um ano depois assinou com o Groningen, o mesmo clube com o qual se estreou no futebol de elite. Porém, a passagem durou pouco.

Mas, ao contrário de muitos dos seus colegas, o ex-jogador do Real Madrid não pretende continuar ligado ao futebol a curto prazo e a imprensa holandesa afirma que Robben pretende se dedicar ao paddle (remo).

“No momento não sinto a ambição e a necessidade de continuar como treinador, diretor técnico, analista ou coisa parecida. Após deixar o Bayern de Munique também me distanciei do futebol por um tempo. E isso foi muito bom. Tudo o que ainda posso conseguir com meus filhos, quero estar lá", diz.

Leia Também

É por isso que ele está pensando em abrir um centro de esportes de remo com sua esposa, Bernadien Eillert, com quem está casado desde junho de 2007 e que conheceu no colégio. “Pode ser que vamos nessa direcção. Estou aberto a isso, tenho uma imagem para isso”, acrescenta o holandês.

Questionado se, futuramente, ela pretende voltar ao futebol, o jogador não descarta a possibilidade. "O futebol sempre será minha vida. Já experimentei tantas coisas lindas e ganhei muita experiência. É também uma boa ideia se você pode fazer algo nele. Por exemplo, com o Groningen, mas, agora sou apenas um fã do clube", diz.

Vale lembrar que Robben não é o única que se voltou para o remo. Em outubro passado, a aliança de Zidane com uma empresa espanhola veio à tona para se aventurar em um novo projeto de negócios relacionado ao paddle. Juntamente com o "All for Padel Courts", o antigo treinador do Real Madrid criou a marca Z5, que dá nome ao seu primeiro clube de padel sedeado em França. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários