Jesse Marsch
Instagram
Jesse Marsch

O treinador do Leipzig, Jesse Marsch, mostrou-se muito irritado com o árbitro da partida da última quarta-feira contra o PSG, pela Champions League, que terminou com um empate em 2 a 2.

A bronca sobrou até para o brasileiro Neymar. "Estou muito chateado com as decisões do árbitro. Não nos protegeram e a minha irritação foi a única forma de lhes mostrar o meu descontentamento. Parecia que queria um autógrafo do Neymar quando lhe mostrou o cartão amarelo. Não esteve bem. No segundo pênalti teve de ir ao VAR, mesmo sendo uma falta evidente", explicou o treinador norte-americano, criticando o sueco Andreas Ekberg.

Ele ainda continuou. "Jogamos bem desde o início, conseguimos marcar um. Depois, com a situação do pênalti (que André Silva perdeu a chance de ampliar) a situação do PSG mudou. Estivemos muito melhores do que eles, mas infelizmente só conseguimos somar um ponto", concluiu.

O RB Leipzig enfrenta agora o Borussia Dortmund às 14h30 (de Brasília) deste sábado, pelo Campeonato Alemão. O PSG, por sua vez, atua no mesmo dia contra o Bordeaux, às 17h (de Brasília), pelo Campeonato Francês.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários