Josh Cavallo
Instagram
Josh Cavallo

Joshua Cavallo, jogador do Adelaide United, da Austrália, revelou nesta terça-feira que é gay. Numa rede social, afirmou que estava pronto para compartilhar algo tão pessoal e ressaltou que pretendia apenas "jogar futebol e ser tratado com igualdade".

"Não foi fácil chegar a esse momento, mas não poderia estar mais feliz com a minha decisão de me assumir. Eu estive lutando contra minha sexualidade por pelo menos seis anos e estou orgulhoso por não precisar mais fazer isso", escreveu em comunicado o meio-campo que tem também nacionalidade italiana.

O atleta conta que teve medo de assumir a homossexualidade porque pensava que não seria possível fazê-lo e continuar a carreira no futebol.

"No futebol, você tem apenas uma pequena janela para atingir o sucesso, e revelar isso poderia ter um impacto negativo numa carreira. Como um jogador gay, sei que há outros vivendo no silêncio. Quero ajudar a mudar isso para mostrar que todos são bem-vindos no futebol e têm o direito de mostrarem quem são de verdade", ressaltou.

Joshua disse ainda que acha surpreendente que não há jogadores de futebol em atuação que sejam gays, não apenas na Austrália, mas em todo mundo. Por fim, agradeceu aos que o apoiaram, incluindo Adelaide United, que também publicou um vídeo com a revelação do jogador em seus perfis oficiais.

"Aqueles que já sabiam disso, me ofereceram amor e apoio em todas as etapas dessa jornada. Eu sou muito grato por isso. Para minha família e amigos: Obrigada. (...) Para minha família do Adelaide United, obrigada por me ofereceram máximo respeito e aceitação. Me sinto extremamente grato!", finalizou.

Leia Também

Colegas parabenizam

Jogadores famosos exaltaram a atitude de Josh, entre eles Gerad Piqué e Atoine Griezmann.

"Não tenho o prazer de te conhecer pessoalmente, mas gostaria de agradecê-lo pelo passo que está dando. O mundo do futebol está atrasado e você está nos ajudando a avançar", disse o zagueiro do Barcelona.

"Orgulhoso de você Josh Cavallo", ressaltou o atacante francês.

Outros clubes também manifestaram apoio ao atleta, como Juventus, Arsenal, Barcelona e Liverpool.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários