Dirigente do PSG critica assédio de Real Madrid por Mbappé
Lance!
Dirigente do PSG critica assédio de Real Madrid por Mbappé

Com um salário de cerca de 2 milhões de euros brutos por mês no PSG, Kylian Mbappé é um dos jogadores mais bem pagos do mundo. Porém, isso não mudou a forma como a família vê as coisas.

Em entrevista ao jornal Le Parisien, a mãe do jogador Fayza Lamari fez declarações surpreendentes. "Ficamos três anos sem tocar no dinheiro (que Mbappé ganhou ao chegar no PSG). Sofríamos da síndrome de pobre. Tive medo de que um dia acordasse e eles dissessem: 'Devolva o dinheiro'. Há apenas um ano começamos a usar", afirmou ela.

Mesmo com toda essa quantia, porém, algumas coisas não mudaram na família. "Temos muita sorte de ter dinheiro, mas isso não é um objetivo em si. É bom não termos mais que depender da família e dos amigos para ter dinheiro. Mas Kylian não joga futebol por dinheiro, caso contrário, não teria conquistado tudo que já conquistou. Continuamos comendo frango com dez pessoas no apartamento da avó", contou Fayza Lamari.

Hoje, Mbappé também ganha quantias monstruosas com patrocinadores, mas, de acordo com sua mãe, as decisões não são tomadas por isso. “A vantagem de ter dinheiro é que você pode fazer escolhas sem ser ditado pelo dinheiro. Se ele tivesse prorrogado o contrato no PSG, estaríamos mais ricos agora. Da mesma forma que se não tivéssemos recusado tantos acordos de patrocínio", diz.

A mãe ainda diz que o jogador nunca está com dinheiro na mão. “Ele nunca está com cartão de crédito ou dinheiro. Digo a ele: 'Você não quer ter 200 euros com você?'. Ele então responde: ‘Não se preocupe. Eu só vou jogar futebol", conta.

Sobre o futuro do filho, ela falou sobre uma possível renovação no PSG. “Agora estamos em conversações com o PSG, que estão correndo bem. Falei com o Leonardo (diretor esportivo do PSG) na segunda-feira. Uma coisa é certa: Mbappé vai dar tudo ao PSG para tentar conquistar a Champions League", apontou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários