Richard Eckersley
Reprodução
Richard Eckersley

Jogar uma Premier League com a camisa do United é um sonho alcançado por poucos jogadores profissionais, ainda mais tendo ao lado um companheiro como Cristiano Ronaldo.

Richard Eckersley conseguiu chegar a esse patamar, porém, aos 32 anos, a carreira que se mostrava promissora não foi a esperada, com o ex-jogador largando os campos para virar vendedor de leite.

Em entrevista à revista The Athletic, ele garantiu não sentir saudade dos tempos de futebol. “Tenho pensado muito nisso. O Ronaldo voltou ao United e da última vez que ele esteve lá, eu também estava. Treinava com ele e agora sou comerciante e faço leite de aveia. E ele ainda joga futebol. É muito louco, mundos de distâncias. Mas eu não trocaria. Estou muito feliz. Estou no comando do meu próprio destino e isso para mim não tem preço”, revelou.

Eckersley atuou no United de 2007 a 2009, sendo quatro vezes como titular. Logo depois foi para o Burnley, onde pouco jogou e foi emprestado a times de divisões inferiores do futebol inglês, além do Toronto FC, do Canadá. Também passou pelo New York Red Bull e, por fim, encerrou a carreira no Oldham.

“No meu último jogo, joguei como lateral-esquerdo. Lesionei o tornozelo e foram cerca de oito semanas para recuperar. Chegou um novo treinador, disse que não tinha me visto jogar e o Oldham não tinha dinheiro. No verão de 2016, tinha um recém-nascido e sabia que queria terminar a carreira. Tinha dinheiro suficiente para seis meses, um ano. Quando disse à minha esposa que queria deixar o futebol, foi um grande alívio”, revelou.

Sobre os tempos ao lado de Cristiano Ronaldo, o ex-jogador lembra da proibição de pegar pesado com o português nos treinos. “O treinador (na época, Alex Ferguson) disse: ‘Não toca nele’. Por isso, não podíamos fazer desarmes. Pensei: ‘É o Alex Ferguson protegendo o seu melhor jogador, não é?’. E o Ronaldo nunca se lesionou gravemente. Ele protegeu-o muito bem. Protegeu o seu melhor ativo”, destacou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários