Pep Guardiola
Divulgação
Pep Guardiola


Mesmo começando com o pé direito na Liga dos Campeões da Europa, após a vitória por 6 a 3 diante do RB Leipzig, Pep Guardiola (veja galeria abaixo) tem motivos para ficar chateado com a torcida do Manchester City.


Após reclamar da falta de apoio dos torcedores do clube inglês, chateado com os poucos presentes no estádio na estreia do time na Champions League, Guardiola afirmou que não iria se desculpar pela declaração.

"Pedi que viessem nos ajudar, mas esses caras não entendem meus comentários. Estou aqui para defender o que disse. Quando cometer erros, peço desculpas, mas não vou me desculpar pelo que disse. Eu sei quem somos. Eu gosto dos fãs que temos", revelou.

Leia Também

Tentando se explicar a respeito do que disse, o treinador ainda afirmou que não é a primeira vez que faz isso na carreira, tirando o peso de uma possível crítica exclusiva a torcedores do City.

"Disse depois do jogo que fiquei desapontado por não ter um estádio cheio? Uma interpretação é uma intervenção. Não vou pedir desculpa pelo que disse. Não é a primeira vez que o digo na minha carreira, disse em Barcelona e no Bayern. Quando jogamos um jogo difícil como o Leipzig e jogamos três jogos depois, sei como é difícil pedir novamente", concluiu.

Largou bem

Com o triunfo diante do time alemão, o Manchester City começou a Liga dos Campeões na primeira posição do Grupo A, com três pontos.

Na próxima rodada, os ingleses encaram o PSG de Neymar, Messi e Mbappé, no dia 28 de setembro, no Parc des Princes, às 16 horas (horário de Brasília).

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários