Neymar - Helicóptero
Instagram
Neymar - Helicóptero

Um processo movido pela Neymar Sport, empresa do pai de Neymar e que controla a carreira do craque, contra duas empresas envolvidas no empréstimo e incorporação de um helicóptero usado pelo jogador e avaliado em US$ 3 milhões (R$ 15 milhões na cotação atual) foi arquivado pela Justiça de São Paulo. As informações são do colunista Diego Garcia, do UOL.

No processo, a empresa de Neymar cobrava US$ 800 mil das empresas Power Aviation Importação e Tax Empreendimentos, como saldo residual de uma operação realizada em 2013 e envolvendo o helicóptero Eurocopter EC 1300B4.

(Veja na galeria abaixo a mansão de Neymar em Mangaratiba)

O problema remonta a 2013, quando a empresa do jogador emprestou à Power Aviation e à Tax Empreendimentos o valor de US$ 3,8 milhões. Naquela oportunidade, o helicóptero foi dado como garantia de pagamento, que deveria ser feito até julho de 2014. Nesse período, o jogador passou a utilizar a aeronave. Como o dinheiro não foi devolvido, o helicóptero passou a fazer parte do patrimônio da Neymar Sport, que também passou a cobrar na Justiça saldo residual de US$ 800 mil.

Entretanto, o processo foi arquivado por conta das duas partes não se manifestarem no processo, mesmo após a cobrança da juíza Simone Curado Ferreira Oliveira, que deu um prazo para os envolvidos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários