Messi
Divulgação
Messi

O craque Lionel Messi não é mais jogador do Barcelona. O clube comunicou oficialmente a saída do craque argentino , que deixará saudades não somente aos torcedores do clube, mas também ao governo espanhol.

A saída de jogador extrapola as questões futebolística e significa um duro golpe para o Tesouro e os cofres da Espanha.

De acordo com informações, atualmente Leo tem que declarar cerca de metade de tudo o que recebe em salário. Ou seja, um número próximo de 50 milhões de euros por ano (R$ 300 milhões). Assim, é um dos maiores contribuintes daquele país.

(Veja abaixo uma galeria especial de Messi no Barcelona)

Estima-se que, sem Messi na liga, a Receita deixará de arrecadar valor equivalente ao pago por cerca de 120 mil pessoas de classe média. Números dão conta que Messi pagou ao tesouro mais de 370 milhões de euros em impostos de 2017 a 2021. Ou seja, cerca de R$ 2,5 bilhões.

Grande parte deste valor corresponde a imposto de renda (IRPF), que foi de cerca de 275 milhões de euros, aproximadamente R$ 1,8 bilhão. O restante do valor inclui imposto sobre patrimônio, de outros negócios que Messi participa, sobre contratos publicitários e também direitos de imagem, que não podem ultrapassar 15% do valor total recebido e que neste período foi de 83,3 milhões.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários