Neymar
Divulgação
Neymar


Na manhã desta quinta-feira (22), mais uma página sobre o imbróglio entre Neymar , Santos e Barcelona, que envolve o grupo DIS, foi desenhada.

A 4° Câmara de Direito Privado do TJ de São Paulo, guiado pelo voto do desembargador Maurício Campos da Silva Velho, decidiu anular a condenação imposta ao atacante Neymar, (veja galeria abaixo) , do PSG, na ação que envolve o grupo DIS.


Na ocasião, os magistrados concordaram com a defesa do atleta, excluindo a multa de R$ 10 mil imposta pela primeira instância sobre honorários advocatícios.

A ação principal cobrava o jogador em relação à apresentação de documentos da transferência do Santos para o Barcelona, que foram entregues à DIS.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários