Raphael Veiga comemora após marcar contra a Universidad Católica
Cesar Greco / Palmeiras
Raphael Veiga comemora após marcar contra a Universidad Católica


No jogo de ida válido pelas oitavas de final da Libertadores , o Palmeiras venceu a Universidad Católica-CHI por 1 a 0, no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile. Raphael Veiga converteu pênalti polêmico e deu a vitória ao Verdão, que volta para o Brasil com boa vantagem.

As duas equipes se enfrentam novamente na próxima quarta-feira (21), às 19h15, no Allianz Parque, em São Paulo, para o confronto decisivo. Os comandados de Abel Ferreira jogam pelo empate.

Com o resultado positivo no Chile, o Palmeiras superou o River Plate e se tornou a equipe com maior invencibilidade como visitante na Libertadores, alcançando 13 jogos consecutivos sem derrotas.

INÍCIO TRUNCADO

A jogo começou com muita disputa no meio-campo e um excessivo número de faltas. Aos 12 minutos, Zé Rafael recebeu atendimento médico para estancar sangramento no nariz, após receber cotovelada.

A primeira grande oportunidade foi dos chilenos, aos 15 minutos. Depois de cobrança de escanteio e desvio na primeira trave, a bola se ofereceu para Valencia. Dentro da pequena área e sem marcação, o atacante não pegou bem e Weverton conseguiu fazer a defesa.

Você viu?

(Veja abaixo galeria de fotos do jogo)


LANCE DUVIDOSA COLOCA O VERDÃO NA FRENTE

O Verdão não conseguia se encontrar no ataque, enquanto os Cruzados controlavam a posse de bola. Aos 30, Tapia arriscou rasteiro de fora da área. Weverton não agarrou. No rebote, ele chegou dividindo com Gustavo Gómez, e o goleiro fez nova defesa.

A equipe brasileira, mesmo com dificuldades, conseguiu inaugurar o marcador em lance polêmico. Após rebote de falta, Deyverson cruzou na área, a bola bateu na perna e depois no braço do marcador. O árbitro Andrés Matonte consultou o VAR e deu pênalti. Raphael Veiga, aos 41 minutos, converteu a cobrança.

No último lance da primeira etapa, Felipe Gutiérrez bateu falta na trave palmeirense.

MESMO ROTEIRO NA SEGUNDA ETAPA

O Palmeiras voltou do intervalo com pouca ímpeto ofensivo, dando a posse aos chilenos. Em contra-ataque, Breno Lopes invadiu a área pela esquerda e rolou para Gustavo Scarpa. O meio-campista finalizou cruzado, passando perto do gol.

Passados os primeiros 15 minutos da etapa final, ambos treinadores decidiram fazer alterações em suas equipes. Abel Ferreira colocou Dudu e Wesley em campo.

JOGO ESQUENTA APÓS MEXIDAS

O camisa 11 palmeirense causou perigo pelo lado esquerdo. Aos 25, ele fez boa jogada individual e chutou firme para defesa de Sebastián Pérez.

A Católica respondeu com Valencia. O atacante recebeu lançamento e chutou na saída de Weverton, que evitou o gol dos chilenos. Seis minutos depois, os mandantes cobraram escanteio venenoso. A bola passou por toda a área palmeirense e ninguém conseguiu completar para o gol.

Nos minutos finais, o Palmeiras conseguiu neutralizar as investidas chilenas e saiu de Santiago com um importante resultado na competição.

FICHA TÉCNICA
Universidad Católica 0 X 1 Palmeiras

Data: 14 de Julho de 2021, quarta-feira
Horário: 19h15 (horário de Brasília)
Local: Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago-CHI
Árbitro: Andrés Matonte - URU
Assistentes: Carlos Barreiro - URU e Andrés Nievas - URU
VAR: Carlos Benítez - PAR
Público/renda: Portões Fechados
Cartões amarelos: Zampedri, Parot e Lanaro (CAT); Marcos Rocha, Viña e Wesley (PAL)
Cartões vermelhos:
Gol: Raphael Veiga (41'/1ºT) (0-1)

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Sebastián Pérez; Rebolledo, Lanaro, Huerta e Parot; Felipe Gutiérrez (Francisco Silva, 15/2ºT), Saavedra (Fuenzalida, 36/2ºT) e Leiva; Gonzalo Tapia (Puch, 15/2ºT), Zampedri e Diego Valencia. Técnico: Gustavo Poyet.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Kuscevic, Gustavo Gómez e Matías Viña (Victor Luís, 36/2ºT); Danilo, Zé Rafael, Gustavo Scarpa (Dudu, 18/2ºT) e Raphael Veiga (Patrick de Paula, 36/2ºT); Breno Lopes (Wesley, 18/2ºT) e Deyverson (Willian, 41/2ºT). Técnico: Abel Ferreira

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários