Jornalista
Instagram
Jornalista

A Argentina sagrou-se campeã da Copa América ao vencer o Brasil por 1 a 0, no Estádio do Maracanã. Com isso, a Albiceleste colocou fim a uma sequência de 28 anos sem conseguir ser campeã e "deu" a Messi seu primeiro título na seleção principal.

(Veja na galeria abaixo o passo a passo do gol de Di Maria)

Uma das grandes figuras da final, porém, foi Ángel Di María, que marcou o único gol da partida, um golaço de cobertura contra Ederson. Após ser decisivo, a esposa do jogador, Jorgelina Cardoso, não perdeu a oportunidade para responder ao famoso jornalista argentino Juan Carlos Pasman, crítico ferrenho do atacante.

Recentemente, ele chegou a pedir de joelhos ( veja o vídeo ) para que o técnico da Argentina não colocasse mais jogador. "Scaloni, por favor, não coloque mais Di María", disse ele, em seu programa esportivo "El Show del Fútbol".

Diante do ocorrido, Jorgelina publicou o vídeo do jornalista em seu Instagram e acrescentou uma frase famosa com a qual ele é lembrado: "LTA".

Você viu?

O fato remete a outubro de 2009, na sala de imprensa do estádio Centenário, em Montevidéu. Em campo, a Seleção argentina comandada por Diego Maradona venceu o Uruguai por 1 a 0 e conseguiu com grandes dificuldades a  classificação para a Copa do Mundo da África do Sul.

Pasman, que estava na primeira fila perto do microfone, foi um dos primeiros a perguntar. Ou pelo menos tentou. "Diego, aqui, Juan Carlos Pasman, somos pela América 24", disse ele, até ser interrompido por Maradona, que respondeu. "Você também, Pasman, la tenés adentro (LTA)". A expressão é uma variante de "você tem que comer", "você tem que aturar isso", com alguma intenção sexual, como "eles colocam em você, e eles continuam colocando em você".

Desde lá, o jornalista é sempre lembrado pelo fato, como fez agora a esposa de Di Maria. Pasman, porém, falou sobre a provocação de Jorgelina. "Di Maria marcou o gol mais importante dos últimos 28 anos pela seleção argentina. Não me arrependo do que disse porque parecia. Vi que o ciclo de Di María na seleção argentina, depois de três Copas do Mundo e quatro da América, acabou. Muitas coisas aconteceram: lesões, reviravoltas com este treinador e outros. E cometei um erro. Ontem ele mostrou que ainda tem muito para dar à Seleção", apontou.

Porém, ele se negou a pedir desculpas. "Muitos disseram 'fique de joelhos e peça desculpas.' Eu não vou fazer isso. Os jogadores pedem perdão quando nos insultam? Não podemos dar uma opinião, mas eles podem nos insultar depois de uma vitória? Acho que isso é muito mais sério", afirmou o comunicador antes de mostrar imagens das canções que a equipe argentina dedicou aos jornalistas após o título.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários