Maracanã
Divulgação
Maracanã

A Conmebol informou em um comunicado oficial que foi apresentada uma quantidade considerável de testes falsos de covid-19 por parte dos torcedores que desejam acompanhar Brasil e Argentina no Maracanã, pela final da Copa América. A partida acontece neste sábado, às 21 horas.

"A CONMEBOL informa que foi detectada uma quantidade considerável de testes PCR fraudulentos, de pessoas credenciadas tanto na tribuna argentina quanto na brasileira. Essas pessoas não poderão entrar no estádio", afirmou a entidade.

(Veja na galeria abaixo Messi e Neymar em ação na Copa América)

A responsável pela Copa América também garantiu que os controles para entrada na final "serão extremamente rigorosos, assim como a aplicação de protocolos de saúde e medidas de prevenção".

Por fim, reafirmou que todos os participantes devem apresentar o teste laboratorial com resultado negativo para acesso e não descartou novas medidas.

"Nenhuma exceção será feita. Recomenda-se levar sempre o resultado impresso em papel para melhor verificação e evitar contratempos. A CONMEBOL está analisando a possibilidade de aumentar os controles se necessário", apontou.

Pelo acordo, cada finalista terá direito a 2,2 mil credenciais, ou seja, um total de 4,4 mil pessoas somente para os escolhidos da CBF e da AFA. O restante, aproximadamente 1,1 mil convites, será distribuído pela confederação sul-americana e patrocinadores.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários