Agüero
Divulgação
Agüero

O atacante Sergio 'Kun' Aguero, que assinou com o Barcelona antes de se apresentar a seleção argentina , falou sobre a decisão da Copa América ser realizada no Brasil .

Ao ingressar na seleção da Albiceleste, ele não fugiu da polêmica. “Se no Brasil está complicado, você não pode jogar. Ouvi dizer que fecharam as fronteiras. É muito difícil dar uma opinião, nós como jogadores queremos jogar, mas a questão é encontrar um bom lugar", disse ele, ainda em sua chegada no Aeroporto Internacional de Ezeiza.

Aguero ressaltou ainda que a intenção dos jogadores é que a competição seja disputada e qualificou como "correta" que a Copa América não ocorresse na Argentina, como era previsto. “Está claro que é uma decisão que primeiro a Colômbia tomou, agora a Argentina. Não estamos bem aqui (no país) e a decisão tomada (pela Argentina) foi muito acertada", disse.

O atacante tem propriedade para falar da questão, já que sofreu com o Covid-19 e lembra que foi um período "bastante complicado". “Já tive o vírus e a verdade é que passei por momentos difíceis. Não sei se vão nos vacinar aqui ou para a Copa América, não me falaram nada”, disse.

Da mesma forma, Aguero pediu prudência diante da situação que atravessa a Argentina, com uma segunda onda que deixa números recordes de infecções e mortes. “Hoje aqui está colapsando, são muitas infecções e nós mesmos temos que nos cuidar porque a realidade é que vocês não sabe quando pode se infectar", concluiu.

Assim como os outros craques da seleção, Aguero já se apresentou ao técnico Lionel Scaloni para se preparar as partidas das eliminatórias da Copa do Mundo, contra o Chile e a Colômbia, e depois para a Copa América.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários