Flamengo x Vélez
Marcelo Cortes / Flamengo
Flamengo x Vélez

Em duelo equilibrado e longe da intensidade padrão, o Flamengo não foi capaz de sair do 0 a 0 com o Vélez Sarsfield , na noite desta quinta-feira, no Maracanã pela última rodada da fase de grupos da Libertadores . Apesar de não ser o resultado esperado, o empate garantiu o Rubro-Negro na primeira colocação do Grupo G, com 12 pontos.

Veja galeria de fotos do jogo:


POSSÍVEIS ADVERSÁRIOS NAS OITAVAS

Líder do Grupo G, o Flamengo garantiu lugar no Pote 1 no sorteio das oitavas de final da Libertadores, que será realizado na próxima terça-feira. Dessa forma, os possíveis adversários do Rubro-Negro na próxima fase são: Defensa y Justicia (ARG), Olimpia (PAR), Boca Juniors (ARG), River Plate (ARG), São Paulo, Universidad Católica (CHI), Vélez Sarsfield (ARG) e Cerro Porteño (PAR).

CHANCES NO INÍCIO E PRIMEIRO TEMPO LENTO

Você viu?

Em um primeiro tempo de pouca intensidade e muitos erros técnicos, as melhores oportunidades surgiram logo no início da partida. Aos três minutos, após uma pressão bem sucedida pelo Flamengo no campo de ataque, Arrascaeta recebeu na entrada da área, finalizou com categoria e carimbou a trave. No rebote, a bola sobrou para Gabigol, que estava desequilibrado e não conseguiu completar para o gol.

Em seguida, aos 13', foi a vez do Vélez levar perigo, justamente em uma das maiores deficiências do Flamengo: a bola parada defensiva. Mancuello cobrou escanteio, De Los Santos desviou e a bola sobrou para Janson cabecear livre na pequena área. De volta ao time após cinco partidas, Diego Alves mostrou reflexo e salvou o Rubro-Negro de sair atrás do placar. No restante da etapa inicial, o Fla demonstrou certa apatia e teve menos posse de bola que o Vélez.

ERROS TÉCNICOS IMPEDEM A FLUIDEZ DO FLA

Após o intervalo, o Flamengo até conseguiu melhorar a intensidade e a disposição da equipe em campo, mas seguiu sofrendo com os erros técnicos. Foram muitos erros em domínios e passes, que interrompiam as jogadas no setor ofensivo. As principais chances de perigo surgiram em um lance isolado de Pedro, duas bolas aéreas com Gustavo Henrique e uma jogada individual de Everton Ribeiro, defendida pelo goleiro Hoyos.

SUBSTITUIÇÕES NÃO SURTEM EFEITO

Aos 30 minutos do segundo tempo, Rogério Ceni decidiu poupar os atletas pendurados e promoveu três mudanças na equipe do Flamengo. As substituições, no entanto, não surtiram efeito e o Flamengo seguiu com dificuldades em criar grandes chances. Na melhor delas, já no fim da partida, Vitinho recebeu de Isla na área, mas bateu por cima do gol.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários