Bandeira em alusão à voadora de Romário contra um jogador do Vélez, em 1995
Reprodução
Bandeira em alusão à voadora de Romário contra um jogador do Vélez, em 1995

As bandeiras que haviam sido colocadas pela torcida do Flamengo na arquibancada do Maracanãpara o duelo desta quinta, contra o Vélez , precisaram ser retiradas. De acordo com a Polícia Militar e a Conmebol, as imagens estampadas nas bandeiras, que traz a voadora de Romário em um jogador da equipe argentina em 1995, é uma incitação à violência.

Veja galeria de fotos do último duelo entre Flamengo e Vélez:


A solicitação para retirada foi feita pelo Batalhão Especial de Policiamento em Estádios à Conmebol, que acatou o pedido. Optou-se por retirar todas as bandeiras que estavam estendidas, não só a que mostra o fatídico lance de Romário.

Os rubro-negros colocaram na arquibancada do Maracanã uma bandeira com a imagem da voadora dada por Romário no lateral Flavio Zandoná, no duelo entre as duas equipes na Supercopa da Libertadores de 1995.

A briga de Romário foi com o lateral Flavio Zandoná, durante uma partida entre Flamengo e Vélez na Supercopa da Libertadores de 1995. A briga começou após Zandoná se desentender com Edmundo, já no fim da partida, quando o Flamengo vencia por 3 a 0. O Animal tentou driblar o lateral do Vélez, que deixou o cotovelo e recebeu um tapa no rosto como resposta. A reação do argentino foi socar Edmundo, o que desencadeou a confusão que resultou na voadora de Romário.

A confusão foi tão marcante que o lance do soco de Zandoná em Edmundo já virou bandeira na torcida do River há algum tempo. Desde o início de 2020, a imagem faz parte da arquibancada nos jogos do time argentino.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários