Racismo
Reprodução
Racismo

A Uefa penalizou com dez jogos de suspensão o zagueiro Ondřej Kúdela, do Slavia Praga, após uma investigação sobre um "comportamento racista" do jogador contra o meia do Rangers Glen Kamara durante um jogo no estádio Ibrox, em Glasgow, na Escócia, em março.

O caso ocorreu no final da partida, quando Kúdela foi visto dizendo algo no ouvido de Kamara com a mão cobrindo a boca. Após o jogo, o técnico do Rangers, Steven Gerrard, afirmou em entrevista coletiva que Kamara lhe contou que foi vítima de racismo.

No início de abril, Kamara revelou à emissora britânica ITV News que o adversário de um dos principais times da República Tcheca lhe disse: "Você é um macaco, é um macaco de merda e sabe que é". Kúdela nega a acusação.

Em comunicado divulgado na quarta-feira, o presidente do Slavia Praga, Jaroslav Tvrdík, informou que o clube respeita a decisão da Uefa.

"Ondřej Kúdela não devia ter abordado o jogador adversário. Lamento profundamente isso e peço desculpas a Glen Kamara por uma situação que claramente causou angústia a ele e seus companheiros, bem como a todos os associados ao Slavia e Rangers. Vamos tomar medidas para evitar que tal situação volte a acontecer no nosso clube", afirmou.

Kamara também foi suspenso por três jogos "por agredir outro jogador", Kúdela, na mesma partida.

Kemar Roofe, atacante do Rangers, também está proibido de participar de quatro partidas por agressão. Ele foi expulso no final do mesmo jogo, após uma colisão com o goleiro do Slavia Praga, Ondřej Kolář.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários