Gol mal anulado
Reprodução
Gol mal anulado

O gol não validado de Cristiano Ronaldo contra a Sérvia, pelas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo do Qatar, segue rendendo polêmica na velho continente. Nesta terça-feira, o bandeirinha Mario Diks confirmou que não estará na Eurocopa, em junho, após ser dispensado da equipe de arbitragem de Danny Makkelie.

O rompimento se deu por conta da polêmica. No último dia 31, o holandês Makkelie comunicou a Diks o encerramento da parceria. Sem a tecnologia da linha do gol, o bandeirinha era o responsável por verificar a validade ou não do tento na partida em Belgrado, no último dia 27. Com o gol não marcado, a partida terminou em 2 a 2, para a fúria de Cristiano Ronaldo, que chegou a ameaçar deixar o campo e atirar a braçadeira de capitão ao chão.

Você viu?

— É uma desilusão muito grande para mim, tão perto da Euro. Na quarta-feira, 31 de março, Makkelie me disse que quer continuar com outro auxiliar, porque a confiança na nossa parceria desapareceu — afirmou Diks à rede de TV holandesa Omrop Fryslan.

Alvo de insatisfação, ele já havia perdido a posição de auxiliar principal da equipe de arbitragem em outubro do ano passado. Para seu lugar, Makkelie promoveu o reserva Jan de Vries.

— Esperava, sinceramente, por mais apoio, compreensão e confiança após uma parceria de sucesso ao longo dos últimos anos — lamentou Diks.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários