Srdjan Orbradovic é condenado a 15 meses de prisão por assinalar pênalti inexistente
Reprodução
Srdjan Orbradovic é condenado a 15 meses de prisão por assinalar pênalti inexistente

O árbitro sérvio Srdjan Obradovic foi condenado a 15 meses de prisão por marcar um pênalti inexistente em uma partida entre Spartak Subotica e Radnicki Nis, em 2018. A alegação para a pena é abuso de poder.


Além da pena, Srdjan também ficará proibido de exercer qualquer cargo na Federação Nacional de Futebol durante o período de 10 anos. A decisão não é definitiva e ainda cabe recurso.

A partida em questão foi vencida pelo Spartak por 2 a 0, com dois gols de pênalti. Um deles foi classificado pela imprensa local como "escandaloso".

Veja o lance:


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários