Suárez
Divulgação/Puma
Suárez

Após alcançar a marca de 500 gols na carreira, ao marcar na vitória do Atlético de Madrid sobre o Alavés, o atacante uruguaio Luis Suárez recebeu o elogio de diversos jogadores, além de clubes e da seleção do seu país.

Entre os amigos que lembraram da marca está o brasileiro Neymar, ex-companheiro de Barcelona, que postou uma mensagem em sua rede social. "Parabéns, irmão”, escreveu Neymar, no Instagram.

"Quebrar o recorde é uma honra individual, mas eu nunca poderia ter alcançado esse feito sozinho. Meus companheiros de equipe e os fãs estiveram comigo em cada etapa do caminho. O esporte une as pessoas e aproxima as comunidades. Espero que a doação e a carta possam trazer um sorriso aos rostos das pessoas. O futebol me deu muito e gostaria de retribuir ao povo", disse Luis Suárez.

Mas, as celebrações não pararam por aí. Em conjunto com a empresa esportiva PUMA, o jogador anunciou que irá doar 500 bolas de futebol da marca para times de futebol juvenil de cada uma das cidades onde jogou durante sua carreira. Cada bola foi dotada de uma nota especial do artilheiro para inspirar a próxima geração de talentos.

"Queria retribuir às sete equipes que me formaram como jogador de futebol. Queria dar um impulso às seleções de base que precisam de suporte e equipamentos para inspirá-las a seguir seus sonhos. Queria homenagear as equipes, jogadores e torcedores que fizeram parte da minha jornada; Nacional, Groningen, Ajax, Liverpool, Barcelona, ​​Madrid e Uruguai estão todos muito próximos do meu coração, então esta foi uma homenagem especial a eles e suas comunidades", disse.

Além disso, para comemorar a conquista, a PUMA produziu uma edição especial de chuteira de 500 gols FUTURE Z, que apresenta o famoso logotipo "El Pistolero" de Luis exibido no lado medial. Os alvos são exibidos na parte superior para significar que uruguaio acertou o alvo 500 vezes e, integrados à palmilha da chuteira, estão as cores de cada uma das equipes que Luis representou ao longo de sua carreira.

A chuteira, aliás, passou a ser usada logo após marcar o gol diante do Alavés, aos 9 minutos do segundo tempo, quando o uruguaio deixou o campo para calçar um par. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários