Neymar
Divulgação
Neymar

Muito se fala sobre as altas cifras pagas aos jogadores de futebol, enquanto os profissionais de outras áreas consideradas mais importantes não recebem o que deveriam ou merecem. Entretanto, há quem defenda os valores pagos aos atletas.

O polêmico técnico francês Raymond Domenech, que inicia um trabalho no Nantes após 10 anos parado, citou o brasileiro Neymar para defender os valores pagos, apontando que parte dos vencimentos acaba sendo enviado, por meio de impostos, para serviços do setor público do país.

"Podemos falar que temos salários excessivos no mundo do futebol, mas os salários dos jogadores vão em sua maioria para o estado. Têm alguns jogadores que três quartos vão para o estado. Neymar, por exemplo: metade do salário dele é dividido entre nossas escolas, nossos hospitais e tudo mais. Não se pode esquecer disto", afirmou.

Você viu?

Um dos maiores astros do futebol mundial, o atacante Neymar teve seu salário mensal divulgado, recentemente, pelo jornal francês L’Equipe. O craque é, disparadamente, o jogador mais bem pago do país. Segundo a publicação, o camisa 10 recebe 3 milhões de euros (cerca de R$ 14,1 milhões) do PSG, seu atual clube. Ainda de acordo com a reportagem, o valor é bruto (sem descontar os impostos) e exclui prêmios adicionais dados pela equipe francesa.

O posicionamento do técnico ocorre em um momento que o Sindicato dos Jogadores de Futebol local quer reduzir em cerca de 30% os vencimentos dos atletas da 1ª divisão francesa. Isso ocorre por conta da pandemia e da quebra do contrato com a detentora dos direitos de televisão.

O 'Canal Plus' renunciou aos direitos de transmissão de dois jogos por rodada até a temporada 2023-24, num negócio onde iria pagar 330 milhões de euros, de acordo com o site 'Sport Business'. A operadora quer agora uma negociação global.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários