Trippier
Instagram/Trippier
Trippier

Acusado e suspenso por 10 semanas, em decorrente de uma violação das normas de aposta, o lateral-direito Kieran Trippier, do Atlético de Madrid, viu o seu caso ganhar novos desdobramentos.

O jogador é acusado de, em 2019, manter contato contínuo com vários amigos em grupo no Whatsapp dando conta da sua iminente transferência do Tottenham para o time espanhol, sendo que estes foram fazendo várias apostas ao longo dos dias.

Agora, o jornal britânico The Telefraph publicou uma série de mensagens nas quais o jogador deu sinal verde, via WhatsApp, para um amigo apostar que ele acabaria trocando de time. Nelas há evidências que comprovam o caso.

As mensagens que Trippier e seu amigo trocaram foram:

- Amigo de Trippier: "Devo apostar que você vai acabar indo lá?";

- Trippier: "Pode fazer, companheiro";

- Amigo de Trippier: "100%, Trippier?"

- Trippier: " Sim, cara. Não me culpe se algo der errado, não deve. Mas, só para você saber"

Ao providenciar informação privilegiada que podia ser usada para apostas, Trippier violou as regras da Federação Inglesa de Futebol para proteger a integridade do jogo.

O processo de 41 páginas tem mais diálogos similares, alguns com termos habitualmente usados em apostas, nos quais o futebolista foi garantindo aos amigos que a transferência para Espanha estava iminente. "Vem comigo a Madrid assinar, companheiro", escreveu Trippier, antes de um amigo fazer novas apostas.

Vale lembrar que, no último domingo, a punição foi suspensa pela FIFA. O órgão que regula o futebol confirmou que Kieran Trippier, que vai ter de pagar uma multa de 77.500 euros, pode jogar pelo Atlético de Madrid enquanto durar o recurso dos espanhois. 

Apesar das regras rígidas da Federação Inglesa sobre o envolvimento do futebol com as apostas, oito dos 20 clubes têm nomes de casas de apostas como patrocinadores das suas camisas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários