No mesmo dia que foi confirmado que o técnico do River Plate,  Marcelo Gallardo, está com suspeita e o presidente da FIFA, Gianni Infantino , teve resultado positivo para o novo coronavírus, o craque argentino Diego Armando Maradona foi completamente isolado devido ao contato próximo com uma pessoa provavelmente infectada com COVID-19 .

Por recomendação dos médicos, o ex-jogador está confinado e ferá exame para detectar o vírus. Segundo o jornalista Hugo Balassone da Rádio La Red, Diego está em sua casa em Brandsen. A suspeita se dá após um dos funcionários, que o atende permanentemente o jogador, apresentar perda do olfato, tosse e febre. Todos os sintomas compatíveis com o vírus.

Por enquanto, Diego não apresenta sintomas da doença, porém, a preocupação é grande, já que ele é considerado um paciente de risco e estava tomando todos os tipos de precauções desde que a pandemia foi declarada. Há algumas semanas, o craque também ficou isolado após contato com o jogador Nicolás Contín, que deu positivo para a doença.

Maradona, que fará 60 anos nesta sexta-feira, mesmo dia em que planejava dirigir sua equipe, permanecerá confinado enquanto o resultado não sair. Por conta disso, não estará no banco no jogo do Gimnasia contra o Atlético Patronato, primeira partida oficial da primeira divisão argentina desde 16 de março, quando teve início a pandemia no país.

Vale lembrar que esse mês a lenda do futebol teve uma perda na família, com a morte de Raul Machuca, de 77 anos, cunhado do astro, morto em decorrência do novo coronavírus.

    Veja Também

      Mostrar mais