Cristiano Ronaldo
O Dia
Cristiano Ronaldo

O isolamento imposto pela Juventus ao seu elenco, após duas pessoas próximas da equipe teram apresentado o resultado positivo para o novo coronavírus , seria a causa de uma primeira grande crise entre o astro Cristiano Ronaldo e os dirigentes do clube italiano.

De acordo com o o jornal 'Gazzetta dello Sport', Ronaldo foi o primeiro jogador a deixar a "bolha" criada no J Hotel. Furioso com a medida adotada, ele teria discutido com dirigentes do clube e também com alguns jogadores, antes de deixar o local. O português foi então para casa, onde dormiu, e no dia seguinte viajou para Portugal, onde se juntou à Seleção Nacional para a partida diante da Espanha, que terminou 0 a 0 e foi disputada na última quarta-feira.

Vale lembrar que o português e o resto da equipe já tinham tido dois testes negativos, só que o protocolo da federação italiana diz que seria preciso realizar mais um nos dias seguintes, antes de os jogadores poderem ser liberados do confinamento.

Além de Ronaldo, Paulo Dybala, Juan Cuadrado, Danilo, Rodrigo Bentancur e Merih Demiral , também deixaram o local e se juntaram às respetivas seleções nacionais, enquanto o goleiro Buffon foi para casa. O resto da equipe permaneceu na 'bolha'.

A Juventus informou as autoridades de saúde da cidade sobre a saída dos atletas, que agora podem ser punidos. Eles serão denunciados por descumprir o isolamento social imposto pelo próprio clube rossonero.

A denúncia será levada ao Ministério Público. "O próprio clube indicou que alguns jogadores deixaram o local do isolamento e, portanto, informaremos a autoridade competente, a Procuradoria Pública, sobre o que aconteceu”, disse Roberto Testi, diretor do Departamento de Prevenção da ASL em entrevista para a agência “ANSA”. 

No entanto, segundo o que também afirmou Testi ao “Corriere di Torino”, os atletas devem pagar apenas multas, já que teriam viajado em voos privados, o que diminui a gravidade do caso.

    Veja Também

      Mostrar mais