Lance

Inter x Grêmio
Reprodução/Twitter Conmebol Libertadores
Inter x Grêmio

Mais uma vez em 2020, o Grêmio sai de campo vitorioso no clássico frente ao Internacional , dessa vez pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores . Prologando o jejum do arquirrival no encontro, o Tricolor venceu por 1 a 0, gol marcado por Pepê, e chegou aos mesmos sete pontos do adversário na tabela do Grupo E.


Apesar da ausência de chances mais claras de gol, pensando no estabelecimento da estratégia e maior proximidade da meta adversária, era o Grêmio quem parecia estar mais à vontade. Avançando de maneira organizada as suas linhas de marcação e tirando o espaço de nomes como Marcos Guilherme e Boschilia, o Imortal ditava o ritmo do confronto e levava maior grau de preocupação a Eduardo Coudet do que o Colorado aos nomes de Renato Portaluppi. Não à toa, até a reta final da primeira etapa, o Grêmio havia protagonizado as duas únicas finalizações com Alisson batendo na rede pelo lado de fora e por sobre o gol em lance onde recebeu passe de Pepê.

Foi somente em uma oportunidade que o ataque do Inter conseguiu efetivamente ludibriar a zaga adversária contando, especificamente, com um erro de Rodrigues na recomposição. Marcos Guilherme ganhou na disputa e fez o cruzamento onde Thiago Galhardo ganhou por cima, mas cabeceou fraco e não trouxe grandes problemas a Vanderlei.

MUDANÇA DE CENÁRIO

A frequência ofensiva e capacidade de reter a bola no ataque se inverteu no início do tempo complementar, principalmente com Saravia conseguindo ganhar os duelos individuais com Cortez e tendo campo para colocar dentro da área. Entretanto, a melhor chance da partida até então surgiu justamente na outra ponta com Boschilia cruzando perfeitamente e Thiago Galhardo cabeceando para Vanderlei realizar grande intervenção em bola que foi espalmada e saiu pela linha de fundo aos 12 minutos.

CRESCEU E GUARDOU!

Depois de ser acossado, parece que o time de Renato "acordou" no segundo tempo e passou a ser novamente dominante nas ações de ataque dentro do que havia feito na primeira metade do jogo com linhas altas e posse constante no ataque. E, depois de ter pelo menos três chances de marcar, o Tricolor saiu na frente quando Pepê recebeu perto da grande área, cortou pro meio e bateu colocado no extremo canto esquerdo de Marcelo Lomba aos 28 minutos.

RETA FINAL QUENTE

O contexto da partida foi modificado depois do gol onde o aspecto emoção ganhou contornos mais intensos tanto no ambiente como nas oportunidades de gol que aumentaram. Seja do lado do Inter e a necessidade de buscar a igualdade no voleio de Abel Hernández e na cabeçada venenosa de Musto, bem como nos avanços de contra golpe do  Grêmio , onde Alisson, em batida cruzada, forçou Lomba a tocar na bola para afastar o perigo.

    Veja Também

      Mostrar mais