Lance


Allianz Parque, estádio do Palmeiras
Facebook/Reprodução
Allianz Parque, estádio do Palmeiras

Palmeirense na infância, Neymar terá um campo com a mesma grama sintética do Allianz Parque em casa.

O atacante do Paris Saint-Germain e da Seleção Brasileira encomendou o material, que está vindo da Europa e deve estar instalado até setembro em sua residência em Mangaratiba, no Rio de Janeiro.

- O pai do Neymar conheceu o sistema no Allianz Parque, mostrou para o Neymar e ele quis fazer. Eles nos pediram uma grama exatamente igual. Mostramos outros modelos, mas eles queriam exatamente igual, e assim está vindo. Até a demarcação das linhas do campo será pintada só depois da instalação, como foi no Allianz. Quem sabe ele não quer treinar para jogar no Palmeiras depois? - brincou Alessandro Oliveira, presidente da Soccer Grass, empresa responsável pelo campo, em entrevista ao LANCE!

A única diferença do campo de Neymar para o Allianz Parque será o tamanho, já que o astro terá em casa um gramado para jogar society, com seis ou sete atletas em cada time. O piso do estádio recebeu credenciamento da Fifa, para que o Palmeiras recebesse partidas internacionais, e todos os materiais serão exatamente iguais aos que se encontra na arena do Verdão.



Os fios de grama na casa do astro terão a mesma memória para sempre estarem na vertical, mesmo após suportar pesos e coberturas, com aparência e performance de campo natural. O gramado da casa de Neymar também terá o Infill TPE, um produto de preenchimento da grama que absorve impacto e acúmulo de água e dá mais estabilidade do que a tradicional borracha de campo sintético. Até o sistema com uma espécie de manta de amortecimento por baixo do campo, que também ajuda na drenagem, está incluído no projeto.

- Já fizemos um campo na casa que o Neymar tem no Guarujá (SP) e, também, temos parceria com o Instituto Neymar Jr, na Praia Grande (SP). Todos são campos com grama sintética muito boa. Mas ele fez questão de ter uma exatamente igual à do Allianz Parque, que ele adorou. Disse que queria o que tem de mais moderno - comentou Alessandro Oliveira.

    Veja Também

      Mostrar mais