Lionel Messi com uma Bola de Ouro
France Football / Reprodução
Lionel Messi com uma Bola de Ouro

A France Football anunciou oficialmente, na manhã desta segunda-feira (20), que a Bola de Ouro, tradicional prêmio entregue aos melhores do mundo no futebol de cada ano, não será será concedida em 2020.

Em comunicado, a revista explicou que a decisão acontece devido à longa paralisação no futebol provocada pela pandemia da Covid-19. No entendimento dos responsáveis, um “ano tão singular não pode e não deve ser tratado como um ano comum. Em caso de dúvida, é melhor se abster do que persistir”.

A France Football listou vários motivos para não entregar o prêmio Bola de Ouro, que é concedido anualmente desde 1956, aos melhores jogadores da temporada. Um deles foi que não houve igualdade de condições, já que algumas ligas foram encerradas precocemente por causa da pandemia.

“Como a justiça que prevalece para esse título honorário não pôde ser preservada, principalmente no nível estatístico e também na preparação, uma vez que todos os aspirantes ao prêmio não puderam ser alojados no mesmo barco, alguns tendo visto sua temporada cortar radicalmente outros não. Então, como você compara o incomparável?”, apontou.

O responsável pelo prêmio também lembra que o futebol ficou suspenso por alguns meses e voltou de maneira diferente, sem torcida e com cinco substituições, alterando o jogo. Além disso, a revista esclarece que não há “clima” para a cerimônia, tendo em vista que milhares de pessoas morreram  infectadas pelo novo coronavírus. 

A decisão segue o caminho da FIFA que, em maio, anunciou que não iria realizar a  festa “The Best”, cerimônia que também congratula os melhores do ano. A entidade, porém, não informou se os atletas receberiam os prêmios à distância.

    Veja Também

      Mostrar mais