Jogadora fecha com o Real Madrid
Reprodução
Jogadora fecha com o Real Madrid

A história da goleira Sara Ezquerro ganhou as manchetes em 2016, após ela deixar o Atlético de Madrid por comemorar em sua conta pessoal do Twitter a décima primeira Copa da Europa do Real Madrid.

A postagem mostrava ela com um lenço do Real no pulso, acompanhada por amigos, enquanto comemorava o título da equipe Zidane. A foto viralizou e irritou os torcedores do Atlético, que iniciaram uma campanha nas redes sociais para que a arqueira fosse demitida. Ela também chegou a ser ameaçada e tinha medo de sair de casa. Diante da pressão, ela deixou a equipe meses depois.

No entanto, a vida dá  voltas e agora Sara sorri novamente. E não é à toa. O Real Madrid lançou esta semana sua equipe feminina, a primeira da história, cumprindo assim o sonho de várias jogadoras, incluindo o de Sara, que foi contratada.

Quatro anos após esse incidente, a goleira foi apresentada e está presente em um vídeo de apresentação que o Real Madrid publicou em suas redes sociais. O goleiro aparece com a camisa do time e está acompanhada pelo resto da equipe.

Em suas redes sociais, Sara admitiu que poder vestir a camisa branca “é um sonho se tornado realidade”.

O time feminino do Real Madrid surgiu de uma fusão com o CD Tacón, clube então recém-promovido à elite do Campeonato Espanhol, em 2019. O acordo de fusão foi anunciado em junho do ano passado pelo Real, com validade a partir de 1º de julho deste ano, seguindo as determinações da Real Federação Espanhola de Futebol.

Ver essa foto no Instagram

✌🏃‍♀️⚽ ¡Segunda jornada de entrenamientos en #RMCity! #HalaMadrid

Uma publicação compartilhada por Real Madrid C.F. (@realmadridfem) em

O primeiro treino da equipe, que conta com as brasileiras Daiane e Thaisa, foi realizado nessa terça-feira e teve as imagens divulgadas pelo site oficial e redes sociais do clube merengue.

Veja vídeo da apresentação:




    Veja Também

      Mostrar mais