Pep Guardiola, técnico do Manchester City , falou sobre seu sentimento no combate ao racismo , com protestos que estão tomando conta de vários lugares no mundo. 

Leia também: Casagrande admite que fez pouco na luta contra o racismo: "fui tímido"

Pep
MANCHESTER CITY/REPRODUÇÃO
Pep Guardiola, técnico do Manchester City


Após a vitória do City, no retorno do futebol inglês Pep Guardiola disse que se sente envergonhado por tudo que já aconteceu. "Me dá vergonha tudo que as pessoas brancas fizeram para as negras durante 400 anos. Todas estas ações que temos promovido têm que ser acompanhadas de atitudes. Isto não vai ser resolvido em alguns dias, mas podemos começar a conscientizar as pessoas do que será aceitável e positivo no futuro", disse.

Na volta aos jogos, os jogadores se ajoelharam no gramado antes do jogo entre Sheffield United e Aston Villa, e usaram camisas de combate ao racismo também antes da vitória do Manchester City sobre o Arsenal.

Leia também: Marcelo apoia protesto contra o racismo ao se ajoelhar após marcar gol

A onda de manifestações pela igualdade já chegou em vários países. Na Espanha e Alemanha, jogadores comemoraram gols em protesto contra a desigualdade


    Veja Também

      Mostrar mais