Jorge Sampaoli comandou o Santos em 2019
Flickr oficial do Santos
Jorge Sampaoli comandou o Santos em 2019

Um dos fatos mais comuns no futebol é o atraso de jogadores em treinos, principalmente, os mais badalados. Para justificar o erro, muitas histórias são contadas, como acidentes, morte de parentes, entre outras.

Porém, ninguém foi mais criativo que Guillermo Marino , que atuou no Boca Juniors entre 2005 e 2010 e teve passagem pela Universidad de Chile, treinada na ocasião por Jorge Sampaoli , hoje técnico do Atlético Mineiro . Durante uma participação em uma live do Youtube, o antigo companheiro de Marino, Gustavo Lorenzetti , contou uma história inusitada.

Leia mais: Ex-jogador do Palmeiras defende James Rodriguez e manda Zidane ‘comer me...’

“Um dia, ele chegou tarde falando que havia sido abduzido por extraterrestres e até dava a explicação de como se sentiu e tudo mais. Ele explicou que de repente estava perdido e foi sequestrado por ETs , e falou que eles te roubam a alma, te analisam e durante o caminho vão cuidando de você”, revelou.

Ainda em entrevista, Lorenzetti revelou que passou a acreditar em extraterrestres após o relato do companheiro.

“Existem casos que o jogador diz 'fui e fiquei dois dias fora porque fui sequestrado por extraterrestres’, mas Guille não é desta classe. É muito crente e lê muito é muito correto, ou seja, todos que o conhecem sabem disso. Eu sinceramente não acredito em extraterrestres, mas a explicação que ele deu é muito boa e é preciso acreditar. Terão que chamar canais de outro tipo de informação para que falem melhor, mas é isso, foi sequestrado por ETs”, completou.

Além de La U , Marino atuou por diversos outros clubes, como Tigres , do México, Newell's Old Boys, da Argentina, e Boca Juniors , onde conquistou a Libertadores de 2007.

    Veja Também

      Mostrar mais