Lance

Neymar
Reprodução/Twitter UEFA Champions League
Neymar

O Paris Saint-Germain foi declarado oficialmente campeão do Campeonato Francês. A LFP (Liga de Futebol Profissional) decidiu terminar a temporada e manter os atuais lugares. Com isso, as promoções e rebaixamentos estão mantidos.

Leia também: Raí fala em renúncia de Bolsonaro: 'Está no limite da irresponsabilidade'

Olympique de Marseille e Stade Rennais estão na Liga dos Campeões. Lille irá para a Liga Europa, com a quinta colocação.

Por outro lado, Amiens e Toulouse são os rebaixados. Enquanto isso, Lorient, campeão da Ligue 2, e Lens, irão para a elite do futebol francês.

Confira a seguir a nota da LFP:

Tendo tomado conhecimento das decisões e declarações do Primeiro Ministro e do Governo, o Conselho de Administração da LFP atua no final da temporada 2019/2020.

O Conselho de Administração da LFP decide pronunciar a classificação final da Ligue 1 Conforama e da Ligue 2 da Domino, de acordo com as regras já aplicadas pela FFF para todos os campeonatos.

A classificação final na Ligue 1 Conforama é, portanto, alocada de acordo com o critério de classificação estabelecido por um índice de desempenho, levando em consideração o número de pontos marcados em todas as partidas disputadas. Para determinar os laços nesse índice de desempenho, confrontos específicos foram usados.

Além disso, por unanimidade, o Conselho de Administração decidiu atribuir o título de campeão da Ligue 1 Conforama ao Paris Saint-Germain e o título de Ligue 2 do Domino ao FC Lorient para a temporada 2019/2020.

O Conselho de Administração decidiu adotar o princípio de duas subidas e duas descidas entre a Ligue 1 e a Ligue 2.

O Conselho de Administração decidiu propor à Assembléia Geral a decisão sobre o formato da Ligue 2 e o número de subidas e descidas entre a Ligue 2 e a National.

O Conselho de Administração recorda o objetivo de iniciar a Ligue 1 e a Ligue 2 até 22 e 23 de agosto de 2020. A data final da recuperação será decidida em consulta com as emissoras (Médiapro, Canal +, Free, beIN SPORTS ) e levando em conta as decisões do governo.


    Veja Também

      Mostrar mais