O atacante do Real Madrid Luka Jovic terá que comparecer ao tribunal nos próximos dias para responder à acusação de ter violado as regras da quarentena. O sérvio arrisca uma sentença que varia de uma multa de 1.275 euros até três anos de prisão.

Leia também: Astro da NFL, Von Miller testa positivo para coronavírus

 Luka Jovic
Reprodução
Jovic, atacante do Real Madrid


Após a explosão da crise do coronavírus na Espanha, Jovic voltou ao seu país natal em março, mas enfureceu líderes políticos locais ao quebrar o isolamento social, principal recomendação das autoridades de saúde na tentativa de frear a doença. O jogador se defendeu dizendo que não estava ciente das medidas adotadas pelo governo, mas agora terá que provar isso diante dos juízes.

Jovic foi visto passeano por Belgrado no aniversário da sua namorada, quando estava sujeito a 28 dias de isolamento no seu país, uma vez que regressou de Madrid, local considerado de alto risco.

Leia também: Atacante do Real Madrid pode ser punido por furar quarentena na Europa

Os problemas extra-campo não são os únicos do atacante. De acordo com o jornal "Mundo Deportivo", o Real Madrid não pretende continuar apostando no sérvio e está pronto para vender e incluí-lo em qualquer negociação.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários