Copa Libertadores arrow-options
Divulgação
Copa Libertadores

O presidente da Conmebol , Alejandro Domínguez, afirmou nesta terça-feira que a entidade pretende retomar a Libertadores no dia 6 de maio . Mas ainda não é possível cravar. Segundo ele, essa data pode ser alterada de acordo com a evolução do coronavírus no continente. A competição foi paralisada no último dia 12 devido à pandemia.

Leia também: Ronaldinho Gaúcho e Assis pagaram R$ 30 mil cada por passaportes

Em entrevista à ESPN da Argentina, Domínguez prevê que tudo volte ao normal em maio:

— Vamos seguir avaliando a evolução (do vírus) e como isso transcorre durante o tempo. Mas entendemos também que, pelas previsões em um cenário ideal, a situação vai estar sob controle no mês de maio. Então, nós vemos isso como uma possibilidade de reiniciar a Libertadores no dia 6 de maio - avaliou o presidente em entrevista à Espn argentina.

O presidente também afirmou, em entrevista à Fox Sports da Argentina, que espera não ser necessário uma mudança no formato das cometições por causa da paralisação:

— Eu quero ser otimista de que ainda há tempo neste ano para ajustar e não mudar o formato nem da Copa Libertadores nem da Sul-Americana — declarou.

Ainda nesta terça-feira, a Conmebol comunicou a decisão de adiar a Copa América de 2020 para 2021. O torneio se mantém na Argentina e Colômbia, entre os dias 11 de junho a 11 de julho.

    Veja Também

      Mostrar mais