Jornalista argentino Marcelo Pagliaccio morreu em praia do Brasil
Ole / Reprodução
Jornalista argentino Marcelo Pagliaccio morreu em praia do Brasil

Um jornalista do periódico argentino Olé morreu afogado, na manhã desta quarta-feira, na praia de Canavieiras, em Florianópolis. Marcelo Pagliaccio , de 32 anos de idade, estava curtindo férias no Brasil com amigos e não resistiu com a quantidade de água nos pulmões.

Leia também: André Balada, ex-Palmeiras e Atlético-MG, morre aos 42 anos de idade

Segundo informações de colegas e policiais, Marcelo retornava de uma festa na cidade e iria ao local onde estava hospedado, uma pousada. Contudo, ele e os colegas decidiram mergulhar no mar durante o amanhecer.

Ainda segundo informações, os amigos perceberam de Marcelo estava se afogando e logo tentaram reanimar com massagens cardiopulmonares no argentino. Contudo, a vítima, que parecia reagir, teria engolido muita água e morreu na ida ao hospital.

Os familiares do argentino receberam o auxílio do consulado argentino no Brasil. As irmãs de Marcelo virão ao Brasil para retornar com o corpo.

Jornalista argentino Marcelo Pagliaccio morreu em praia do Brasil
Arquivo pessoal
Jornalista argentino Marcelo Pagliaccio morreu em praia do Brasil

"Dor e mais dor. Porque se foi um grande rapaz. Porque tinha muito a viver. Porque Paglia, como todos chamamos, era isso: um grande garoto. Olé está de luto", lamentaram em nota os colegas de Marcelo do jornal Olé .

No site do periódico, uma das manchetes no site do portal é uma nota feita pelos companheiros sobre o jornalista esportivo .

A nota ainda lembra que, em 2014, durante a Copa do Mundo no Brasil, o jornalista argentino Jorge "Topo" López , de 38 anos, morreu em São Paulo quando o táxi em que ele se encontrava foi atingido por um veículo ocupado por bandidos que fugiam da Polícia Militar.

    Veja Também

      Mostrar mais