Lance

Matheus Fernandes arrow-options
Reprodução / Palmeiras
Matheus Fernandes

No último dia aberto para contratações na Espanha, o Barcelona deu detalhes da negociação com o Palmeiras por Matheus Fernandes. O clube espanhol avisou que desembolsará 7 milhões de euros (R$ 33,1 milhões), mas a operação pode chegar a 10 milhões de euros (R$ 47,3 milhões) se o volante cumprir as metas estipuladas em cinco anos de contrato.

Dos 7 milhões de euros pagos agora, o Verdão fica com 6,3 milhões de euros (R$ 29,9 milhões) e precisa ceder 700 mil euros (R$ 3,2 milhões) ao Botafogo, equipe de onde o meio-campista saiu para o Verdão, em dezembro de 2018, e que ainda detinha parte de seus direitos econômicos. Já os adicionais por metas estipuladas, que podem chegar a 3 milhões de euros (R$ 14,2 milhões), serão todos do Palmeiras.

O Barcelona confirmou que o contrato de Matheus Fernandes se encerrará na metade de 2025 e ele é esperado para se apresentar ao clube em 1 de julho. Até lá, será emprestado ao Valladolid, já que o time catalão atingiu o limite de estrangeiros do elenco. A multa rescisória para tirar o volante de 21 anos da equipe de Messi é de 300 milhões de euros (R$ 1.418.730.000).

As conversas entre Barça e Palmeiras ocorriam há mais de duas semanas, mas os europeus não haviam finalizado o negócio porque buscavam um atacante nesta janela de transferências, que se fecha na sexta-feira - o português Francisco Trincão, do Sporting Braga, acertou para atuar no time na próxima temporada. Como as regras do Fair Play financeiro limitam os gastos do time europeu, as tratativas ficaram arrastadas.

Matheus Fernandes já não participou do treino de quinta-feira na Academia de Futebol e nem foi relacionado para nenhuma partida em 2020 - inclusive na Florida Cup, apesar de ter viajado aos Estados Unidos. Sequer foi inscrito no Campeonato Paulista por conta da negociação, já que poderia se machucar e atrapalhar a ida para o futebol espanhol.

O volante acertou com o Verdão em dezembro de 2018, sob pagamento de 4 milhões de euros (cerca de R$ 17 milhões, na época) ao Botafogo por 75% dos seus direitos econômicos. Tinha contrato até o final de 2023 e já se sabia que o Barcelona o monitorava desde as categorias de base.

    Veja Também

      Mostrar mais