Mariana Clemente mostrou as marcas da agressão arrow-options
Reprodução/Twitter
Mariana Clemente mostrou as marcas da agressão

O goleiro do Pumas , do México, e sua esposa passaram por momentos tensos após serem abordados por policiais na Cidade do México. Alfredo Saldívar e Mariana Clemente estavam no carro quando foram parados pelas autoridades. O filho do casal também estava a bordo no veículo. Após a abordagem, os policiais passaram a agredir o casal. Mariana, que está grávida, registrou toda a ação.

Leia também: Ex-jogador de clubes paulistas se suicida em aeroporto do Rio

A mulher do goleiro usou as redes sociais para divulgar o vídeo do momento em que as autoridades tentaram tirá-la à força do carro, juntamente com seu marido. Mariana também postou fotos que mostram as marcas da agressão em seu rosto.

Mesmo depois de ter avisado por diversas vezes que estava grávida, Mariana continuou sendo agredida. “Me soltem, me soltem. Estou grávida ”, gritou a mulher durante a abordagem, mas de nada adiantou.


Em suas redes sociais, Mariana explicou que ela e seu marido foram parados pelas autoridades sem nenhum motivo aparente e que tentaram revistá-los sem que tivessem autorização para isso. Ela também relatou que recebeu ameaças por parte dos agentes da Secretaria de Segurança local.

“Uma patrulha nos parou sem motivo algum. Estava com meu filho, meu esposo e estou grávida. Uma mulher queria revistar minha bolsa e quando eu disse não, ela veio para cima de mim e me golpeou”, disse Mariana.

A Secretaria de Segurança informou que os oficiais envolvidos na ação foram suspensos de forma preventiva e que iniciou uma investigação administrativa sobre o caso.

    Veja Também

      Mostrar mais