O Tribunal de Nápoles, na Itália, encerrou nesta terça-feira (14) o processo aberto pelo Ministério Público da capital da Campânia contra o atacante do Brescia, Mario Balotelli, por ter pagado 2 mil euros (cerca de R$ 9 mil) para o dono de um bar se jogar ao mar junto com uma motocicleta .

Leia também: Balotelli bate carro após festa de réveillon, abandona o veículo e volta a pé

Mario Balotelli
Divulgação
Mario Balotelli


O episódio aconteceu no porto turístico de Mergellina, em Nápoles, em julho passado, e foi filmado e publicado nas redes sociais pelo próprio Balotelli . No vídeo, que foi deletado do perfil do atacante, era possível ver algumas pessoas reunidas para assistir o homem, Catello Buonocore, se jogar ao mar junto com a sua scooter.

Balotelli e outras três pessoas foram denunciadas pela Polícia Municipal de Nápoles por instigação à deliquência e exercício de jogo de azar, além de outros crimes ambientais e navais. Após investigações, o processo contra o jogador foi encerrado pelo tribunal, já que o fato foi considerado “criminalmente irrelevante”.

Leia também: Presidente do Brescia sobre Balotelli: "Ele é negro, trabalha para se clarear"

Balotelli visita Nápoles regularmente para passar um tempo com Pia, sua filha com a apresentadora e modelo italiana Raffaella Fico. (ANSA)

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

      Mostrar mais