Tamanho do texto

Em princípio, decisão está mantida em Santiago; cidade segue sob protestos

Lance

Copa Libertadores arrow-options
Reprodução / Conmebol
Copa Libertadores

Ajelandro Domíngues, presidente da Conmebol, e Sebástian Piñera, presidente do Chile, vão se reunir na próxima semana para tratar da final da Copa Libertadores. A decisão está marcada para o dia 23 de Novembro, no Estádio Nacional, em Santiago, capital chilena.

Leia mais: Conmebol estuda a possibilidade de mudar a final da Libertadores para dois jogos

- A reunião entre o presidente do Chile e as autoridades faz parte dos preparativos para a realização da final única da Libertadores , assim como está sendo feito até agora - publicou a conta oficial da Confederação no Twitter.


Assim como todo o território chileno, Santiago, palco da decisão entre Flamengo x River Plate , está sob tensão. Nesta terça-feira, a cidade voltou a receber protestos contra o governo vigente no país. 

Também nesta terça-feira, Sebastián Moreno, presidente da ANFP, que comanda o futebol no Chile, anunciou a suspensão dos campeonatos até pelo menos o próximo fim de semana. O mandatário declarou que a finalíssima no Estádio Nacional está mantida, mas completou:

- Temos que levar em conta a realidade nacional. Há um compromisso de que se jogue a final no Chile. Mas tem que ser realista. Todos esperamos a normalização. Mas insisto: há uma realidade nacional que é mais importante que o futebol nesse momento.