Tamanho do texto

Atacante marroquino El Kabir passou por alguns perrengues para conseguir jogar e, quando entrou em campo, sofreu uma grave lesão logo no começo

Jogador marroquino El Kabir quebrou a perna depois de passar um perrengue para estar na partida arrow-options
Twitter/Reprodução
Jogador marroquino El Kabir quebrou a perna depois de passar um perrengue para estar na partida

O atacante marroquino Mostapha El Kabir, do Rizespor, da Turquia, teve um domingo bastante atípico e, digamos, insólito para um jogador de futebol. Uma tarde para ser esquecida pelo atleta de 30 anos de idade.

Leia também: Aposentado há poucos dias, Sneijder aparece irreconhecível e bem acima do peso

Antes do duelo diante do Sivasspor, pela primeira divisão do Campeonato Turco, o jogador simplesmente foi esquecido pelo ônibus da delegação que saiu do centro de treinamentos rumo ao estádio Yeni Rize Sehir.

Quando percebeu que havia sido deixado para trás,  El Kabir pegou um táxi e conseguiu chegar ao palco da partida.

Já no local, os seguranças do clube não o reconheceram e impediram que ele ingressasse no estádio. Os dirigentes do clube tiveram que intervir e autorizaram a entrada do atacante, momentos antes do jogo.

Leia também: Filho de Messi é zoado por Suárez após se confundir em jogo do Barça

El Kabir foi escalado como titular e a confusão parecia estar resolvida após todo perrengue. Só que aos 13 minutos de jogo, numa disputa de bola com um defensor adversário, o jogador marroquino quebrou a perna - fratura na fíbula - e terá que ficar afastado dos gramados por seis meses.

Jogador marroquino El Kabir quebrou a perna depois de passar um perrengue para estar na partida arrow-options
Twitter/Reprodução
Jogador marroquino El Kabir quebrou a perna depois de passar um perrengue para estar na partida

O duelo terminou 2 a 1 para o  Rizespor , com direito a um gol do meia brasileiro Rick Boldrin, camisa 10 do time da casa.

Apesar de ser marroquino de nascimento, El Kabir fez toda sua categoria de base na Holanda, passando por Ajax, Feyenoord e Utrecht. O jogador chegou ao Rizespor neste ano de 2019 e já defendeu as cores de Cagliari (ITA), Antalyaspor (TUR), Häcken (SUE), Kalmar (SUE) e  Al Ahli (SAU).

    Leia tudo sobre: Futebol