Lance

Ex-árbitro mexicano Marco Rodríguez, que apitou Brasil 1 x 7 Alemanha, vira técnico
FIFA/ Divulgação
Ex-árbitro mexicano Marco Rodríguez, que apitou Brasil 1 x 7 Alemanha, vira técnico

Acostumado a aplicar a regra e conter os ânimos das diferentes partes dentro de uma partida de futebol, o ex-árbitro mexicano Marco Rodríguez viverá o esporte de outro ângulo: agora como técnico de futebol.

Leia também: Áudio vaza ao vivo e mostra narrador Nivaldo Prieto irritado: "Quebro sua cara"

O próprio Marco confirmou em sua rede social (com direito até mesmo a mudança do nome no perfil para “O Árbitro Treinador”) que está a caminho do Salamanca, da Espanha, para ser o novo treinador da equipe que joga a terceira divisão nacional, chamada de Segunda Divisão B.

Você viu?

Curiosamente, a chegada do ex-árbitro vem para repor a saída de outro latino, o também mexicano José Luis Trejo.

Isso porque, contratado também para assumir a equipe espanhola, Trejo não teve sua chegada autorizada pela RFEF (Real Federação Espanhola de Futebol) mesmo tendo a licença da UEFA para trabalhar em clubes profissionais da Europa. O julgamento da entidade nacional é de que, para trabalhar na terceira divisão, seria necessário outro conjunto de documentos pelo fato da instância não ser considerada como parte integrantes do futebol profissional.

Leia também: Homem se passa por irmão de tenista famosa e aplica golpe de US$ 42 mil

Aos 45 anos, além de reconhecidamente um dos árbitros mais importantes no futebol mexicano, o profissional apelidado de “Chiquidracula” em função de seu penteado semelhante ao personagem vampiresco da famosa história Conde Drácula além dos dentes grandes, apitou durante 17 anos tendo como eventos mais destacados as participações em Mundial de Clubes e também nas Copas do Mundo de 2006, 2010 e 2014 tendo se aposentado após o Mundial do Brasil.

Para o público brasileiro, o nome de Marco Rodríguez pode não trazer lembranças muito agradáveis. Isso porque era ele árbitro no fatídico jogo onde a seleção brasileira foi goleada por 7 a 1 diante da Alemanha no estádio do Mineirão, em 8 de julho de 2014, pela semifinal da Copa do Mundo.

    Leia tudo sobre: Futebol

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários