Tamanho do texto

Cyrus Christie, do Fulham, afirmou que situação teria acontecido durante a partida na segunda divisão da Inglaterra. Clube investiga o caso

Lance


Zagueiro Cyrus Christie arrow-options
Divulgação/Fulham
Zagueiro Cyrus Christie, do Fulham, acusou torcedor de ato racista e agressão contra irmã

O zagueiro Cyrus Christie , do Fulham, fez uma denúncia de racismo por sua conta no Twitter, após a primeira rodada da segunda divisão do campeonato inglês. O zagueiro acusou um torcedor do Fulham de ter feito injúrias raciais e agredido a irmã do jogador, que estava na arquibancada. A partida aconteceu no Oakwell Stadium, em Barnsley na Inglaterra, e o Barnsley venceu o Fulham por 1 a 0.

Leia também: Arsenal mostra interesse em contar com Philippe Coutinho, diz TV

"Para o torcedor do Fulham que decidiu bater na minha irmã durante o jogo hoje e à sua esposa que justificou sua ação com comentários racistas, espero que esteja orgulhoso de si mesmo e se sinta um grande homem. Você receberá o que merece. Independentemente de como você se sentiu sobre o resultado, suas ações foram vergonhosas", publicou em sua conta na rede social o zagueiro .

O clube se manifestou sobre o episódio e afirmou por Twitter que irá investigar quem foi o torcedor responsável pelo ato racista. Caso ele seja identificado, o Fulham prometeu tomar as devidas medidas.

Leia também: Ex-Atlético de Madrid, espanhol Juanfran é o novo reforço do São Paulo

O zagueiro irlandês tem 26 anos e defende a equipe inglesa desde a temporada passada, quando o Fulham foi rebaixado para a segunda divisão.

    Leia tudo sobre: futebol